Acesso Rápido







São Gonçalo

O município de São Gonçalo, no Estado do Rio de Janeiro, tem investido na mudança socioeconômica da região e por isso é hoje uma das principais cidades do Estado. A proximidade com a cidade do Rio de Janeiro, da qual distam apenas 20 km e a ligação com outros municípios, fazem de São Gonçalo um ponto estratégico para negócios, além de passagem, quase obrigatória, para as áreas turísticas do Estado, como a Região dos Lagos, e as culturais, como a cidade do Rio de Janeiro e a cidade de Niterói.

Com uma área total de 248,4 km² (correspondentes a 5% da área da Região Metropolitana do Rio de Janeiro), e uma população de 999.728 habitantes, São Gonçalo encontra-se no lado oriental da Baía de Guanabara – chamado também de leste Guanabarino – e é atravessado por três grandes vias de acesso: RJ-106 (estrada litorânea – direção Região dos Lagos Fluminenses), RJ-104 (indo até Magé em direção as cidades serranas) e BR-101.
Limita-se ao Norte, com Itaboraí e a Baía da Guanabara. Ao Sul, com Maricá e Niterói. A Leste, com Itaboraí e Maricá a Oeste, com a Baía de Guanabara e Niterói. Seu clima é ameno e seco, variando entre a temperatura máxima anual de 33º e a mínima de 12º. Seu ponto culminante é o Alto do Gaia com 500m, na serra de Itaitindiba. A Pedra do Guaia fica na latitude 22º 52” 03.31’ Sul e longitude 42º 53’ 08.95” Oeste.
A cidade de São Gonçalo é dividida por cinco distritos, que totalizam uma área de 248km²; são eles:

1º Distrito: São Gonçalo (sede)
            - Delimitado pelos rios Imboaçú e Alcântara, este distrito deu origem a dois outros a partir de seu desmembramento; o primeiro, em 1920, resultou na criação do distrito de Neves, e o segundo, em 1938, na criação do distrito de Monjolos. Enquanto sede do município, foi denominado como “Vila” durante muitos anos, até que em 28 de janeiro de 1944, passou à 1º Distrito pelo Decreto-Lei Estadual 1.063.

2º Distrito: Ipiíba
            - O referido distrito significa, em tupi, “planta de aipim”. Marcado pela atividade agrícola tradicional, tem como origem a freguesia de Nossa Senhora da Conceição de Cordeiro, criada pela Lei 311, de 4 de abril de 1844 e incorporada à São Gonçalo em 22 de setembro de 1890. No ano de 1911, a freguesia passou a ser chamada de Cordeiro apenas, e de Cordeiros a partir de março de 1938. Em dezembro do mesmo ano, o Decreto-Lei Estadual 641 altera o nome para José Mariano. Por fim, através do Decreto- Lei Estadual 1.056, de 31 de dezembro de 1943, assume o corrente nome: Ipiíba (que torna-se segundo distrito através do Decreto-Lei Estadual 1.063, de 28 de janeiro de 1944.

3º Distrito: Monjolos
            - Seu nome remete a árvore que há em abundância no local (monjolo). O distrito foi criado pelo Decreto-Lei Estadual 641, em 15 de dezembro de 1938, após o desmembramento do Distrito de São Gonçalo, e passa à 3º distrito através do Decreto-Lei Estadual 1063, de 28 de janeiro de 1944. Componente deste distrito, o bairro Jardim Catarina é atualmente como o maior loteamento da América Latina.

4º Distrito: Neves
            - Este importante distrito forma o corredor viário que liga os acessos às cidades de Niterói e Rio de Janeiro à São Gonçalo. Foi criado através do Decreto- Lei Estadual 1.679, de 20 de dezembro de 1920, após o desmembramento do Distrito de São Gonçalo (sede), sendo designado como 4º Distrito pelo Decreto – Lei Estadual1.063, de 28 de janeiro de 1944. Sua história é marcada por movimentação econômica, tendo em vista que Neves era o centro comercial de São Gonçalo; em seu porto era recebida a produção agrícola do município, que em seguida era transportada para o Rio de Janeiro. Inicialmente o transporte era feito por terra em burros de carga e cargueiros de bois,e por mar , em pequenos barcos. Porém, na metade do século XX, com a introdução do bondinho, Neves intensifica ainda mais suas atividades comerciais e industriais, impulsionando assim sua expansão.      

5º Distrito: Sete Pontes
            - Durante a Guerra Brasil-Paraguai, um engenheiro francês ficou responsável por construir no local uma ponte. Ao falar dela usava o termo francês “cette pont”, que significa “esta ponte”. Porém a população incorporou a forma como o termo era entendido, passando assim a denominar o futuro distrito de “Sete Pontes”.  O local foi designado como 5º Distrito através do Decreto-Lei Estadual 1063, de 28 de janeiro de 1944. Bem como o Distrito de Neves, o 5º Distrito compõe o corredor viário que nos liga ao Rio de Janeiro e à Niterói. Vale destacar que a ponte construída, “Ponte Paraguai”, foi a primeira de concreto armado na América Latina.
            Quanto à quantidade de equipamentos urbanos São Gonçalo apresenta 09 agências de correios (localizadas nos seguintes bairros: Alcântara(2), Arsenal, Barro Vermelho, Mutuá, Neves, Porto Novo, Rocha e Zé Garoto), 03 cinemas, 02 teatros e 01 biblioteca pública, 

- Principais atrações turísticas da região
*  Fazenda Itaitindiba- construída em 1687.
*  Alto do Guaiá -(Pedra do Guaiá) 
*  Praia da Luz
* Praia da Beira
*  Praia de São João
* Ilha de Jaturnaiba
* Ilha de Itaoca
* Ilha do Tavares (conhecidamente popularmente como ilha do Pontal)
*  Fazenda do Columbandê- construída em 1620.
*  Capela de Nossa Senhora da Luz - construída no século 17.
* Gruta Azul
*  APA de Guapimirim
* Serra de Itaúna
* Piscinão de São Gonçalo.
* Praça Esthefânia de Carvalho (conhecida popularmente como Praça do Zé Garoto).

Base rodapé
Copyright® 2011 Portal do Município de São Gonçalo
© 2011 Prefeitura de São Gonçalo - Todos os direitos reservados.
| Conteúdo protegido pela Lei 9.610 de 19.02.1998. |
Rua Feliciano Sodré, 100 – Centro – SG. Cep: 24.440-440 Tel: 2199-6300
Horário de atendimento das 9h às 16h30min