Força-tarefa de limpeza urbana recolhe 900 toneladas de lixo

A força-tarefa montada pela secretaria de Infraestrutura e Urbanismo de São Gonçalo recolheu das ruas da cidade no final de semana cerca de 900 toneladas de lixo e entulhos. O lixo estava acumulado em diversos pontos da cidade devido ao fechamento parcial do aterro sanitário no bairro Anaia, que prejudicou a coleta do município durante a última semana. A prefeitura notificou a empresa para que regularizasse os serviços sob pena de sanções. Cerca de 160 homens das subsecretarias de Limpeza Urbana, Parques e Jardins e Obras e Conversação participaram da ação, que teve inicio na última sexta-feira. Com apoio de pás mecânicas e caminhões caçamba, a força-tarefa percorreu 42 bairros do município para realizar os serviços de limpeza e retirada de entulhos de ruas e avenidas. Já a empresa responsável pela coleta de lixo manteve a regularidade das rotas realizadas na cidade. Bairros como Jardim Catarina, além das Ruas Dr. Porciúncula e Dr. Pio Borges, corredor viário entre Venda da Cruz e Santa Catarina, Rua Oliveira Botelho, Dr. Alberto Torres, Rua Cmte Ari Parreiras, que liga Neves ao bairro Paraíso, e outros pontos da cidade como Galo Branco, Centro, Boassú e Alcântara receberam as equipes da força-tarefa. Segundo a secretária de Infraestrutura e Urbanismo, Ana Cristina Silva, a ação teve saldo positivo graças ao empenho e dedicação de todos os funcionários. "Foi um grande trabalho em conjunto, realizado por diversos departamentos. Agora, é preciso a colaboração dos moradores e comerciantes, para que aguardem os horários das coletas. Assim manteremos a cidade mais limpa e agradável para toda população", garante. Todo o lixo recolhido foi encaminhado para o aterro sanitário que, reabriu, após a Central de Tratamento de Resíduos Alcântara receber uma notificação da prefeitura, para que regularizasse de imediato, a operação integral do aterro sanitário no bairro do Anaia na última sexta-feira (08). O fechamento parcial prejudicou a coleta do lixo em toda a cidade. O Diário Oficial do município publicou notificação contra empresa, obrigando-a a regularizar o serviço sobre pena de sanções. "Notifica a Concessionária do grupo Haztec tecnologia e planejamento ambiental S.A., de maneira a obstar a coleta de lixo satisfatória no Município, em evidente prejuízo à população gonçalense, ante a interrupção de serviço essencial, o qual envolve saúde pública. Pontuamos que o não atendimento imediato a tal determinação implicará a pronta aplicação de sanções previstas no instrumento convocatório, sem prejuízo de demais medidas legalmente cabíveis", dizia o ato oficial.
São Gonçalo, 11/07/2016
Fonte: Ascom
Autor: Marcelle Correa
Foto: Divulgação